segunda-feira, 25 de julho de 2016

Assalto na casa da mãe de Wesley Safadão termina com bandido baleado

Postado por:Jeozivaldo cesar

Bandidos armados entraram na casa da mãe do cantor Wesley Safadao, mansão localizada na Serrinha, no estado do Ceará. Lugar também, que o cantor morava com a mulher e os filhos até dois meses atrás antes de se mudar para sua cobertura em frente à orla de Fortaleza.


Os assaltantes aproveitaram o fato da casa tá vazia pelo fato da família ter se deslocado para o circuito “Cidade do Fortal”, onde Wesley será a atração mais esperada da noite puxando o bloco El Loco. A família estará dividida em cima do trio e no camarote particular do cantor no evento.
Voltando para o assalto, os bandidos deram azar, pois a gigantesca mansão possui sistema de segurança bastante operante que no momento perceberam a ação e não pensaram duas vezes em mandar bala pra cima dos meliantes.

Houve oito disparos, apenas um dos bandidos foi atingido, mas não morreu.
Na última quarta-feira, Safadão gravou seu novo DVD na residência. O projeto titulado “WS em Casa”, contou só com os íntimos.
Donna Bill, mãe do cantor postou fotos mais cedo de saída da casa para ir prestigiar o filho.
A correria é geral já que o cantor já se encontra em cima do trio em sua apresentação. A Família tenta a todo custo abafar o caso.

Blog da Riquinha

SOLIDARIEDADE ANUNCIA DR JACINTO FERREIRA LIMA CANDIDATO A PREFEITO DE TIMBAÚBA.





Na noite do ultimo sábado 23/07 aconteceu na câmara de vereadores de Timbaúba por volta das 19:00 h a convenção partidária do SOLIDARIEDADE onde foi escolhido por unanimidade pelos convencionais a escolha do doutor JACINTO FERREIRA LIMA como candidato a disputa de prefeito do município de Timbaúba. O vice do candidato a prefeito será o atual vereador do município JACINTO FERREIRA LIMA NETO que foi eleito em 2012 com 1.425 votos. O partido também anunciou 10 candidatos a disputa de vereador.


Timbaúba: Homem foi esfaqueado e morreu após dar entrada na UPA




Segundo as informações, a vítima foi identificada até o momento como Enoque, o mesmo foi atingido por duas facadas na região do tórax.

A equipe do SAMU de Timbaúba foi acionada, e socorreram a vítima para a Unidade de Pronto Atendimento UPA, mas o mesmo não resistiu aos ferimento e morreu, ainda não se sabe o motivo do crime.


Mais informações a qualquer momento.

Faltam poucas horas para o reencontro de Júlia com a família


Garota, que sumiu dia10 de julho, chega ao Recife nesta segunda (25).
Ela foi achada pela polícia de Pernambuco no Amapá e o pai acabou preso.

Do G1 PE

Postado por: Jeozivaldo Cesar
Gleide Angelo e Júlia no Amapá, depois de a polícia encontrar a menina (Foto: Gleide Angelo/ Acervo pessoal)Gleide Angelo e outros policiais posaram com Júlia, no Amapá, depois de a polícia encontrar a menina
(Foto: Gleide Angelo/ Acervo pessoal)
Foram dias de angústia, expectativa e espera. Mas o momento chegou. Finalmente, a família de Júlia cavalcanti de  Alencar, 1 ano e 9 meses, levada pelo pai no dia 10 de julho, vai poder reencontrar a criança no início da tarde desta segunda-feira (25).
A delegada Gleide Angelo, responsável pelas investigações do caso, informou que a equipe da Polícia Civil de Pernambuco tem previsão de desembarcar no Aeroporto Internacional do Recife pouco depois do meio-dia. O ponto de partida da viagem é Macapá, no Amapá, onde a criança foi encontrada e o pai acabou preso, no sábado (23).
O avião tinha previsão de deixar Macapá no fim da madrugada desta segunda. Antes de chegar aoRecife, a garota e a equipe da Polícia CIvil  farão uma parada em Brasília. A conexão para  a capital pernambucana está marcada para as 10h. Portanto, o avião com os policiais e a menina deverá aterrissar no destino final pouco depois da hora do almoço. Com eles, também desembarcará o pai da criança, que está sob custódia policial.
Gleide informou, ainda, que, no início da tarde de domingo, conseguiu a autorização judicial para voltar com a garota ao Recife. A menina foi encontrada em Santana, no Amapá, durante uma ação conjunta das polícias de Pernambuco e daquele estado.
A garota estava sumida desde o dia 10 deste mês, quando o pai a levou após uma visita realizada em Olinda, no Grande Recife. Os pais dela estavam separados. Dias antes de desaparecer com a criança, o homem teria, de acordo com a polícia, sacado R$ 400 mil.
Logo após ser encontrada, Júlia foi levada em segurança para um abrigo na cidade, localizada a 30 quilômetros de Macapá. Em seguida, passou aos cuidados da delegada Gleide Angelo. O pai ficou em um hotel, sob custódia policial.
Gleide Angelo e Júlia no Amapá, depois de a polícia encontrar a menina (Foto: Ascom Polícia Civil de Pernambuco/repdodução)Gleide Angelo e Júlia 
(Foto: Ascom Polícia Civil/repdodução)
Nas redes sociais, a delegada postou fotos com a criança no colo e dando comida. E escreveu um breve resumo do trabalho desenvolvido para localizar a menina:
"Estamos há mais de seis dias fora de casa. Percorremos mais de três mil quilômetros por vários Estados do País. Andaríamos mais três mil para encontrar esse bebê. Agradeço a todos os amigos que compartilharam e ajudaram a localizar Juju."
Antes de entrar no Amapá, o pai foi visto comJúlia no Maranhão. Eles também foram procurados em Belém, no Pará.
Na página 'Vamos encontrar Júlia', nas redes sociais, parentes e amigos festeram muito o êxito da ação policial que encontou a menina.  Eles agradeceram aos mais de 11 mil internautas que acesaram a página em pouco mais de uma semana, postando frases de apoio e possíveis pistas.
Também enalteceram o trabalho da delegada Gleide Ângelo, dos policias pernambucanos e do Amapá, bem como de advogados e jornalistas que acompanharam o caso.
Na tarde de domingo, a mãe de Júlia, Cláudia Cavalcanti, recebeu parentes, amigos  e jornalistas, em casa, em Olinda, e aproveitou para agradecer o apoio. Ela disse que espera, no futuro, que apesar de todo o drama, a menina tenha um bom relacionamento com o pai.

Por isso, foram acionados a Polícia Federal, que controla o fluxo nos aeroportos, e o Grupo de Operações Especiais. Também houve alerta para os responsáveis pelo Terminal Integrado de Passageiros (TIP), maior rodoviária do estado, localizada no Recife.
Entenda o caso

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA)  passou a investigar o desaparecimento de Júlia ainda no dia 10 de julho.  A tia da criança, a enfermeira Mirella do Amaral, informou que o pai tinha direito a uma visita por fim de semana e, na segunda vez em que foi buscar a filha, não a trouxe de volta. A polícia informou que o pai sacou R$ 400 mil uma semana antes de pegar a garotinha.

Segundo a polícia, o pai da criança está em situação irregular com a Justiça, pois descumpriu uma decisão judicial. Ele não atende o celular e sumiu das redes sociais. Como não possui emprego fixo, os responsáveis pela investigação temiam que ele deixasse o estado ou o Brasil.
A PF, por sinal, incluiu o nome da menina no Sistema de Módulo de Alerta e Restrições, o que torna a proibição da saída da garota do país por meio de aeroportos e portos de todo o território nacional.
A mãe da criança foi orientada pela polícia a também procurar ajuda da Justiça. A polícia recomendou  que ela fosse com o Boletim de Ocorrência até a vara em que saiu a decisão do processo da guarda para que a juíza tome conhecimento do caso e possa decretar a busca e apreensão da criança devido ao descumprimento da decisão judicial.

IML confirma seis mortos durante rebelião em presídio de Caruaru, PE


'Todos [os detentos] alegam divergências de grupos', segundo o secretário.
Rebelião aconteceu no sábado (23) na Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

Do G1 Caruaru

Postado por: Jeozivaldo Cesar
Seis pessoas morreram na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, diz IML (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)Seis pessoas morreram na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, diz IML (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)
O Instituto de Medicina Legal em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, confirmou ao G1 na manhã deste domingo (24) que seis pessoas morreram durante a rebelião na Penitenciária Juiz Plácido de Souza. O IML informou que os corpos ainda estão sem identificação e as causas das mortes são desconhecidas.
A Secretaria Executiva de Ressocialização informou por meio de nota que "há registros de seis mortes".  Onze feridos, segundo a Seres, foram levados ao Hospital Regional do Agreste, três deles já retornaram à unidade. A Secretaria informou que um inquérito será aberto para apurar as mortes registradas.
Em nota, o tenente-coronel Roberto Galindo disse que não houve fuga e a situação é considerada estável no presídio. A PM esclareceu que alguns vídeos estão sendo divulgados - de forma criminosa - nas redes sociais como se fossem em Caruaru.
"No presídio só temos efetivo extra, ou seja, o policiamento ostensivo na cidade de Caruaru não foi afetado. Pelo contrário, foi reforçado com Guarnições de cidades vizinhas, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil", informou a nota da Polícia Militar.
Na manhã de hoje, uma comissão - formada por representantes da polícia militar, da polícia civil e da administração do presíido - esteve reunida com os presos.
Familiares de presos estão na porta da penitenciária. O domingo seria de visitas na unidade, mas elas foram canceladas por conta da rebelião. A Seres informou que as visitas serão programadas para o decorrer da semana.
Situação é considerada tranquila pela PM neste domingo no presídio de Caruaru (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)Situação é considerada tranquila pela PM neste
domingo (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)
Divergência pode ter motivado
A rebelião na Penitenciária Juiz Plácido de Souza pode ter sido motivada por brigas de grupos que existem dentro da unidade prisional.

"A motivação ainda estamos investigando, mas, provavelmente, há um núcleo que vinha promovendo violência contra a maioria dos presos. Todos [os detentos] alegam divergências de grupos na cadeia", informou o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, na noite deste sábado (23).
De acordo com o secretário, tudo o que foi dito pelos presidiários será investigado. "Não abriremos mão de punir quem praticou homicídio", ressaltou.
Rebelião foi registrada na tarde deste sábado (23) na Penitenciária de Caruaru (Foto: Divulgação/PM)Rebelião foi registrada na tarde deste sábado (23) na Penitenciária de Caruaru (Foto: Divulgação/PM)